11Jun
Coluna Dominical

Dia dos Namorados: fuja do tradicional!

– 10 de junho de 2018

Luis Felipe Nascimento (*)

Em boa parte do mundo, “Valentine’s Day” (14 de fevereiro) é considerado o dia mais romântico do ano. E por que no Brasil o Dia dos Namorados é celebrado no dia 12 de junho? A escolha desta data não tem nenhuma relação com o dia de Santo Antônio ou qualquer outro motivo religioso. O mês de junho foi escolhido porque este era o período mais fraco de vendas no comércio.

Mesmo que esta data tenha sido criada para estimular o consumo, não precisamos seguir a receita. Será que este dia não terá significado se não tiver presentes caros, jantares em restaurantes ou alguma outra atividade que exige grana? A previsão para este ano é que os namorados gastem, em média, R$ 165,00. Porém, a escolha pelo presente e o valor investido não são garantia de que você vai agradar o seu/sua namorado(a), basta lembrar daquele “lindo” presente (na sua opinião) que você deu e que nunca foi usado. Ou daquela saída para jantar em clima romântico que ao chegarem no restaurante ficaram sabendo que teriam que esperar duas horas pela mesa e que decidiram voltar para casa e tomar uma sopa… 

Fiquei imaginando como irão se sentir os que não tem esta grana ou que não querem ir para as filas dos restaurantes. Dei uma googliadae achei dicas curiosas. Encontrei sites de mulheres dando dicas de presentes tipo: uma almofada ou uma fronha com palavras de amor. Em outros sites, homens recomendando que as namoradas deem o que os homens gostam: uma caixa de cerveja, picanha, jogo de videogame, peças para a bike dele, enfim… me deu a sensação de que o dia deveria ser chamado de “Dia do Namorado”, pois a maioria esmagadora das dicas são de presentes para elas darem aos seus namorados.

Entre os namorados com relacionamentos de longo prazo, este dia perde mais ainda sua importância… Uma amiga perguntou ao marido se ele lembrava que aquele dia era 12 de junho. Ele ficou surpreso, percebeu que havia esquecido alguma coisa, mas não quis perguntar. Imaginou que havia esquecido de pagar o condomínio e disse, com todo o carinho: “meu bem, fica tranquila, amanhã eu acerto tudo”.

Selecionei algumas dicas para homens e mulheres que desejarem celebrar esta data de forma econômica e fugir do tradicional:

  1. Presentes: lembre-se que mulher gosta de coisas românticas e que homem gosta de coisas práticas. Uma frigideira pode ser uma ofensa para a namorada e um ótimo presente para o namorado que estava querendo uma destas bem modernas. Uma caneca com uma foto dos dois e escrita “eu te amo” pode ser um bom presente para a namorada. Para o namorado será mais apreciada se vier com cerveja gelada dentro.  Se for dar uma roupa, não compre aquela roupa que você acha que ficaria bem nele/nela. Dê um vale da loja que ele/ela compra suas roupas. Vários sites alertam: Os homens odeiam os presentes que as mulheres amam e vice-versa!

  2. Caça ao tesouro: desde a pré-história o homem gosta de caçar. A mulher também vai gostar. Prepare o ambiente com setas e dicas até achar uma caixa onde está o tesouro. O segredo está em oferecer algo que o outro goste muito. Nada de roupas ou de bilhetinhos com “amo você”. Seja criativo, se for um bilhetinho, que seja com algo do tipo: “vale uma noite de sexo selvagem”.

  3. Caixa de surpresas: na caixa cabem bilhetes e fotos com “você lembra quando…”, para relembrar dos bons momentos. Pode ter pequenos presentes. Coloque vales para um jantar num lugar alternativo, para uma massagem, um final de semana em tal lugar.

  4. Jantar romântico em casa: prepare a comida que ele/ela gosta, decore a casa para este momento e no final, dê um presente surpresa, do tipo: tem 10 estrelinhas coladas no meu corpo, se você der um beijinho em todas elas, serás recompensada(o)!!!!

  5. Baralho do Amor: em vez de escrever nas cartas as 52 razões para te amar, escreva: 52 coisas que quero fazer com você, 52 lugares que quero ir com você, ou coisa parecida.

Seguindo estas dicas, ou a forma tradicional, nesta data você vai querer dar um presente ou fazer algo legal com o seu namorado/sua namorada, mas lembre-se de que tirando o “AMOR” de nAMORada, fica apenas “n_____ada”. 

(*) Luis Felipe Nascimento é Professor na Escola de Administração da UFRGS

Contato: nascimentolf@gmail.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *