Archives post

04Jan
Coluna Dominical

O Novo Umbigo do Mundo

– 4 de Janeiro de 2015

Luis Felipe Nascimento (*)

“Umbigo do Mundo” significa o centro do Mundo, para onde são atraídos os olhares, os astros, as personalidades, os ricos e famosos. Ao longo da história já tivemos várias regiões que foram o umbigo do mundo.  

  • E hoje, qual região seria o “novo umbigo do mundo”?

Há quem diga que é a região logo acima do púbis do mundo!

  • Ótimo, esta é daquelas respostas que não responde!

Falando sério, o antropólogo Gutierre Tibon (1905-1998) em suas pesquisas encontrou 27 lugares, nos quais os seus habitantes imaginavam que aquele lugar teria sido ou é o “umbigo do mundo”. Se ele tivesse continuado suas pesquisas, provavelmente descobriria o 28° lugar, o “novo umbigo do mundo”, que é a microregião que liga as cidades de  “Boa Vista do Buricá – Horizontina – Três de Maio – Santa Rosa”, localizada no interior do Rio Grande do Sul, distante cerca de 500 km de Porto Alegre.

  • No extremo sul do Brasil, no interior do Rio Grande do Sul, há 500 km de Porto Alegre, isto pode ser outra parte do mundo, mas não o umbigo!

Veja bem! Emigrantes alemães, russos, italianos, japoneses e portugueses deixam a Europa para viver nesta região, por quê?

  • Sei lá! Isto também ocorreu em outras regiões. E qual a conexão entre Santa Rosa e Horizontina?

Muito simples. Santa Rosa é o berço da soja e Horizontina o berço das colhetadeiras. A colhetadeira colhe a soja!

  • Tá e daí? O que isto tem a ver com o umbigo do mundo?

Não muito, mas existe sim similaridades desta microregião com os mais famosos umbigos do mundo, por exemplo:

O Oráculo de Delfos (Templo de Apolo) na Grécia. Neste local as sacerdotisas de Apolo faziam profecias em transes. Suspeita-se que os transes eram provocados por gases emitidos por uma fenda subterrânea ou pelo hábito de mascar folhas de louro. Por lá passavam peregrinos e pessoas famosas, entre elas Hércules, que foi consultar o Oráculo sobre o seu destino;

Cusco no Peru. “Qosco” na língua quéchua significa “umbigo do mundo”. A cidade foi a capital de dois impérios, o Inca e o Espanhol. Para não deixar a cabeça tonta na altitude de 2,6 mil metros, os Incas e visitantes bebem muito chá de coca e mastigam a folha, deixando aquele suco amargo descer pela garganta;

Jerusalém, Ilha da Páscoa, a Mina Mir (mina de diamante na Sibéria) são outros lugares conhecidos como umbigo do mundo. Todos eles atraem personalidades, aventureiros, peregrinos de muito longe. E, em alguns dos 27 umbigos, tinha alguma erva estranha que era ingerida pelos visitantes.

Na tal microregião do Rio Grande do Sul se tem o hábito de tomar o chimarrão, que é um erva (estranha para muitos visitantes) e que resulta num suco amargo que desce pela garganta.

  • Só por isto seria o novo umbigo do mundo?

Espere, esta região tem uma peculiaridade! Nenhuma outra microregião do mundo fez tantas conexões com astros como esta. Me responda:

Qual é o melhor jogador de futebol de todos os tempos?

– Pelé! Menos para os argentinos;

Qual é o melhor piloto da Fórmula 1 de todos os tempos?

– Ayrton Senna! Menos para os argentinos;

Qual é o maior surfista de todos os tempos?

– Kelly Slater! Até para os argentinos! Ele foi 11 vêzes campeão mundial de surfe;

Qual é um dos melhores quarterback do futebol americano de todos os tempos?

  • Tom Brady! Ele continua jogando e batendo recordes. Joe Montana e outros já pararam.

Viu só, estes são os principais astros de quatro importantes modalidades do esporte mundial!

  • Mas o que Pelé, Ayrton Senna, Kelly Slater e Tom Brady possuem em comum? O que eles tem a ver com tal microregião do interior do RS?

Todos foram atraídos pela energia desta microregião! Pelé e Ayrton Senna foram namorados de Xuxa, que nasceu em Santa Rosa. Kelly Slater é ex-namorado e Tom Brady o atual marido de Gisele Bündchen, que nasceu em Três de Maio e cresceu em Horizontina. Além destes astros do esporte, a Gisele ainda tem no seu currículo de ex-namorados os atores Rodrigo Santoro, Josh Hartnett e Leonardo DiCaprio e a Xuxa tem o Luciano Szafir.

– Caramba!!!

A energia da microregião não foi só para atrair astros, mas também para produzir estrelas. A Gisele (34 anos) é considera a modelo mais bonita, a mais rica e uma das 100 mulheres mais poderosas do mundo. Com mais de 500 capas de revistas, ela só perde para a Princesa Diana (por enquanto!). Em 2014 Gisele ultrapassou o craque Neymar no ranking dos que mais aparecem em intervalos comerciais na TV aberta.

A Xuxa Menghel (51 anos), conhecida como a “Rainha dos Baixinhos” foi um dos maiores ícones da TV Brasileira. Além de cantora, atriz, modelo e empresária, esteve na lista da Forbes como a 37º mais rica atração do show business internacional. Até então, nenhuma artista brasileira tinha conseguido ganhar 19 milhões de dólares num único ano. Fez carreira internacional com programas na Argentina e na Espanha. Foram mais de 2000 programas e 130 discos que venderam 18 milhões de cópias.

Leonardo Dicaprio e Tom Brad foram vistos nas ruas de Horizontina, cidade onde reside a família de Gisele. Os demais, se não foram até o oráculo da microregião, usufruiram das suas energias.

  • Será que ainda tem algumas Xuxas e Giseles por lá?

Quem conhece, diz que as mais bonitas ainda estão lá! Como diria Daniela Mercury: “Isso aqui é o umbigo do mundo, onde a beleza tem muitas caras, cores e raças…”

  • E Boa Vista do Buricá?

 Pois é… esta eu fico te devendo… não sei por que Boa Vista do Buricá apareceu nesta história!

(*) Luis Felipe Nascimento é Professor na Escola de Administração da UFRGS
Contato: nascimentolf@gmail.com